Posts Tagged ‘impala’

679 – Hits + Na Mira 3D – Impala

Usei o 679 da hits por queria um esmalte sóbrio sem ser chato. Queria uma cor fechada que ficasse com uma cara de inverno, em homenagem ao frio demeudeus que tem feito no Rio. Mas como também queria dar um up decidi fazer uma inglesinha com o na mira 3d da impala. Achei que o brilho do mira combinou super bem com o azul petróleo misturado com um quê de chumbo do 679. No vidrinho aparecem uns brilhos azuis, mas na unha não os vi, acho que são aqueles que fazem a cor não ficar chapada, parecendo tinta de parede, sabe, aqueles que servem para dar profundidade ao esmalte e o deixam lindo, lindodimais.

Anúncios

Na Mira 3D – Impala

Da coleção SPFW só o na mira 3d me apeteceu. Os outros segundo li por aí são “mais do mesmo”, estão pouco pigmentados e muito caros para o que são. Tudo isso me fez fechar o bolsinho e comprar somente esse. E que compra gente! Adorei o esmalte.

Para começar ele forma prisma (forma sim!!!) . As fotos não mostram todo o potencial do menino, mas ele é uma belezura.

Como ele é um glitter fininho em uma base transparente, optei por usar o congo da panvel por baixo, uma camadinha só para fazer o na mira 3d brilhar mais e se sobressair.

Ele seca rápido, é fácil de passar, mas chatinho, como todo glitter, para limpar.  Usei top coat, porque o asperinho dele me pertubou.

(M0niquinha o teu já tá compradinho!!)

Vontade de…ser normal – Impala L’amore

Depois de ouvir tanta gente falando das cores “diferentes” que eu uso, escolhi uma cor mais normal. Fazia tempo que eu estava querendo usar o L’amore, tinha visto ele em outros blogs e achava lindo. Não que eu não ache mais, mas é que………..

…sei lá, gostei, mas não morri de l’amores (credo que trocadilho infame! rsrs). Em mim não ficou tão lindo quanto achei que fosse ficar. Mesmo assim fiquei com ele 36 horas. A cobertura é boa, o brilho e a secagem também.

Só pra constar quando tirei ele usei o amarelinho 219 da Hits, aí sim falaram das minhas unhas com vontade. Um dos comentários mais toscos foi “- Nossa, você passou iodo nas unhas.” e outro foi “- Tá com hepatite?”. Aí já viu né, tirei no mesmo dia.

Beijos 🙂

Sophia – Impala

Eu estava procurando um vermelho escuro, encorpado, profundo, não queria um “tomate”. Fiz então  a “escolha de Sophia”*, da Impala. Adorei. Ele é meio vermelho, meio vinho, tem um certo brilho neon-rosado bem fraquinho, mas que no final faz a diferença.

A cobertura é excelente, com duas mãos fica perfeito. O único porém é a falta de brilho próprio depois de seco, para ficar mais vivo, só com top coat. A durabilidade também está parecendo boa: já pintei a três dias e ele nem descascou ainda.

* trocadilho podre….mas como sou cinéfila ele fica!! rs

Vermelho nostalgia

Vermelho era a minha cor. Podia ser qualquer tom, desde que fosse vermelho. Eu até tinha umas combinações muito legais. Usava o Licor da Risquè por cima de quase tudo. E quando não era ele, tinha que ser o Tanga da Impala.

Até que um dia, confesso que não por vontade própria, usei um rosa, o bendito Rosa Chiclete da Colorama. Não caí de amores por ele, mas foi o meu starter. A partir dele minha vontade de usar novas cores começou.`

Por algum motivo, que eu não sei explicar, o que eu menos tenho usado são os vermelhos. Ainda gosto deles, mas eles não me dão mais aquele tcham!

Comprei o Jane da Impala porque ele me lembrou um tom que eu sempre procurei nas épocas passadas. Um tom fechado, com um toque sutil de vinho. Infelizmente a foto não está tão fiel à cor. Ao vivo ele é mais fechado. Pode ser culpa do meu topcoat da Sally Hansen, é a 2º vez que uso ele e percebi que ele deixa a cor do esmalte mais claro, Decepcionei geral com esse topcoat.

Gostei da cor, mas não amei. Usei 2 camadas, ele cobriu bem, mas foi um pouco chatinho de limpar. Achei que a cutícula ficou um pouco manchada.

A noite fui pintar as unhas da filhota, ele colocou todos os esmaltinhos dela enfileirados para escolher a cor. Acabou que, depois de pintar as unhas dela dei um upgrade no meu vermelhinho básico e passei o Ilusion da TopBeauty.

Achei que ficou mais legal, me lembrou o Vinho Luz da Mohda que postei aqui.

Mais uma vez as fotos não foram fiéis. Esse glitter ficou muito legal. Ele é composto por 3 cores e cada uma tem um tamanho diferente.

Infelizmente no dia seguinte as pontas já estavam bem gastas e 2 unhas lascaram. É minha eterna saga com Impala, todo mundo elogia, mas nas minhas unhas eles simplesmente não duram. 😦

Beijos 🙂 

 

 

 

Crochê ou “Greige”

Primeiramente vamos explicar esse tal Greige.  Essa expressão vem da junção de 2 palavrinhas em inglês: Gray (cinza) e Beige (bege). No portugês seria algo comoCinge” (bege acinzentado) mas como no inglês tudo fica mais chique e a expressão surgiu lá, ficamos com o Greige. 

A cor é realmente diferente, mesmo sendo um nude ela tem destaque. No entanto, não é para todas, na minha opinião apenas peles claras ganham com essa cor. Peles mais escuras podem deixar a unha com aspecto de suja.

Por isso a modelo da vez é a Angel e sua mão branquinha.

Esse esmalte faz parte da coleção  Impala Floral e já está disponível por aí.

Espero que gostem.

Beijos 🙂

Impala Pier

Confesso que já tentei usar o Pier outras 2 vezes, passava em uma unha pra testar e acabva sempre mudando de idéia. Até que esse dia chegou e eu queria ele, peguei somente e apenas ele e passei. Acho que finalmente I was in the mood.

O fato é que eu gostei, gostei de verdade. Achei os microbrilhinhos delicados e phynos. A cor é mutante, cinza claro levemente azulado ou azul claro levemente acinzentado? Sei lá, vai do seu humor 😀

O meu só diz que a cor é linda e que fez um bem enorme ao meu ego, já que vááááárias pessoas queriam saber o nome do meu esmalte.

Usei 2 camadas e no topcoat. Passou no controle de qualidade com 2 dias totalmente intactos, o que é um milagre em se tratando da combinação Impala + minhas unhas.

A cor é clara, portanto, não dá trabalho para limpar.

Espero que gostem.

Beijos 🙂