Archive for the ‘Livros’ Category

A Batalha do Apocalipse – Eduardo Spohr

Eu li A Batalha do Apocalipse, de Eduardo Spohr,  e recomendo a todos que gostem de livros de ficção. É simplesmente um dos melhores livros que li nos últimos dias e olha que eu leio muito…

O livro conta a história de um anjo renegado que foi expulso dos Céus pelo Arcanjo Miguel já que não concordava com o ódio deste pelos humanos da Terra. Desde então ele vive aqui misturado conosco. Mas o dia do Apocalipse está chegando e ele se vê forçado à batalha.

O livro é tão delicioso que ao narrar a história temos a impressão de que os fatos são verdadeiros e não apenas ficção, pois o autor mistura com maestria a História do mundo com sua história. O livro é dividido em três partes Vingadora Sagrada, Ira de Deus, e Flagelo de Fogo.

O livro vai num crescendo que você se sente mergulhando na historia que se desenrola e ansiosa pelo que vem a seguir, realmente Sphor me impressionou com sua mente criativa, criando uma historia viciante e maravilhosa.

Quem tem preguiça de ler (tsc, tsc, tsc…coisa feia) vai se assustar com suas quase 600 páginas, mas tente, pois a leitura apesar de necessitar de atenção, visto os numerosos detalhes, flui bem e vale cada minuto que lhe foi dedicado.

E um pequeno mais importante detalhe que vai pasmar aqueles que acham que livro bom é livro importado: Eduardo Spohr é brasileiríssimo!!!!!

Um link de outra resenha que conta um pouco sobre o lançamento do livro.

Anúncios

A Mediadora – Meg Cabot

Eu adoro Meg Cabot. Para quem não a conhece, uma dica : foi inspirado nos livros dela que os filmes Diário da Princesa foram feitos.  Geralmente seus livros são leituras rápidas, leves e divertidas. Gosto tanto de seus livros mais adultos quanto dos mais juvenis.

Hoje vou falar de uma série de 06 livros chamada A Mediadora. Nessa série vemos a vida de Suze, uma adolescente que além de ter de lidar dos trololós típicos da idade tem que conviver com o fato de que pode se comunicar com os mortos e que estes insistem em visita-la, nem sempre de bom humor.

A personagem, super bem construída, é muito legal pois é divertida, não tem papas na língua e não se incomoda em usar os punhos para resolver seus problemas, seja com os vivos ou com os mortos.

Eu recomendo!

A série é composta por: A terra das sombras, O arcano nove, Reunião, Hora mais sombria, Assombrado e Crepúsculo .

O Nome do Vento

Faz um tempão que não falo de livros. Deixei de amá-los? Nunca!! Na verdade minha verve literária continua a mesma e as compras de livros estão em mode becky bloom porque saraiva, submarino, livraria da travessa, etc… estão sempre fazendo promoções que eu e o maridão não conseguimos resistir.

O que anda em baixa, na verdade, é meu tempo para pensar numa resenha que realmente leve alguém a ler esse ou aquele livro. Bem, consegui contornar esse problema, fazendo uma pequena trapaça: vou pegar a resenha do maridão no skoob. O  livro de hoje é O Nome do Vento.

Patrick Rothfuss trata cada palavra e frase como uma pedra preciosa. Sua lapidação é personalizada para cada efeito desejado. Por vezes as palavras vem brutas. Outras vezes, são límpidas como o mais puro cristal. Ao juntá-las em frases,parágrafos, capítulos, ele constrói um livro como há muito não leio. Saboreando cada passagem, cada efeito.

O livro narra o primeiro de três dias onde o personagem principal, Kvothe, conta o que parece ser a história de sua vida. Mas é muito mais que isso. É a história de várias histórias, uma se intrincando dentro de outra para o puro deleite do leitor.

Kvothe é único, e vários. Um mundo de fantasia como nenhum outro, onde personagens reais demais para serem fantásticos, fantásticos demais para serem reais, desfilam pelas páginas.

Quando há música, é quase possível ouvi-la. Quando há ação, é emocionante.

Tenho certeza que este livro fará parte das listas tipo “livros para ler antes de morrer”.

Quer ver mais resenhas do maridão (só as resenhas…. )? Clica aqui.

Pottermaníaca!!

Post relâmpago para convidar quem gosta de Harry Potter a ver um post gigante sobre o livro Harry Potter: A Magia do Cinema… o livro maislindodessemundodemeudeus. Ele tem até o mapa do maroto!!

Vê aqui ó!

A conclusão da bagaça

Muito bem, como eu já tinha esperneado aqui acabei comprando um livro de má qualidade. E a conclusão?

A Rocco me mandou um livro novinho, mas com o mesmo problema, ou seja, vou ter que “plastificar” a capa , affff!

Por um lado palmas para a Rocco, trocou o produto sem muito blá-blá-blá, mas no e-mail que me informou sobre a troca eles afirmaram que se eu pudesse deveria mandar o livro problemático para eles, mas que eles não iam arcar com os custos de envio.  Êpa!! Lesão ao consumidor à vista. O CDC determina que na troca de produtos com defeito o fornecedor deve arcar com os custos da devolução do produto.

A minha decisão é : o livro está a disposição, podem vir buscar, porque mandar com meu rico dinheirinho não!

Resumo: a Rocco apesar de não respeitar integralmente a legislação consumerista fez bonito em enviar um livro novo sem muita enrolação. Dou nota 7,00 (de 0,00 a 10,00).

Post Relâmpago – Desabafo


Não sei voces, mas eu fico indignada quando compro algo e ele não tem a qualidade mínima que a gente espera. Pode ser esmalte, livro, comida…o que for. Se o produto está a venda, implicitamente ele nos “grita”: me compra! sou bom!. A gente compra confiando…. e acaba enfurecida.

Acabei de comprar o livro “Harry e seus fãs” (pois é, confesso: sou fanática pelo Potter…) e mal acabei de ler e o livro está um lixo! O título que é escrito em belas e chamativas letras douradas está sumindo. Não posso nem manusear a capa  por que a impressão é de péssima qualidade e a tinta sai como se estivesse com pressa pra tirar o pai da forca …. uma DROGA!!!!

E a página cortada errada? Gente o responsável não pode ter deixado de ver uma lingua branca pulando do livro! Francamente….

Chateada até o osso com isso. Odeio me sentir lesada. Mandei um e-mail para a Editora Rocco. Vamos aguardar para ver o que acontece.

Tem gente que vai pensar: Fresca! É só um livro! Mas quem adora ler, quem tem carinho e apreço por cada livrinho de sua coleção sabe como irrita ter um item assim enfiado no meio da estante.

Falei disso aqui, por que postei no meu blog pessoal e me veio a idéia (que aliás já existia e só amadureceu) de fazer um post sobre Direito do Consumidor. Tipo um guia prático e resumido do que fazer quando algo que compramos não é bom, vem errado, etc… Posto assim que ficar pronto!

 

Uma trilogia enlouquecedora

Hoje resolvi falar de Stieg Larsson. Esse sueco , que infelizmente faleceu, é simplesmente um dos melhores escritores que já tive o prazer de ler.

A trilogia Millenium é composta pelos livros: Os homens que não amavam as mulheres, A menina que brincava com fogo e A rainha do castelo de ar. Os livros são cativantes, daqueles que voce começa a ler e esquece do mundo e se alguém te chama dá vontade de rosnar..rs

A história envolve ação, suspense, tramas intrincadas e desfechos surpreendentes.  Não são muitas as vezes (e olha que eu já li muuuuito)  me deparei que personagens tão bem construídas ou  com uma trama escrita com maestria, que te cativa e te prende a cada página.  A história gira em torno de 2 personagens principais e se estende por muitas vertentes, mas Larsson consegue fechar cada uma sem deixar furos ou se jogar em teorias absurdas.

Não vou resenhar para não estragar a surpresa, mas se voce quiser tem resenha (com spoiler) no link do wikipedia do autor.

O único porém é a tristeza de não ter mais livros dele publicados, pois ele faleceu logo após entregar a trilogia para a editora.