Archive for the ‘Informações’ Category

Esclarecendo

Passando aqui, depois de deixar o blog totalmente abandonado, apenas para dizer à todas que o trabalho têm sido tão intenso e gratificante que não tenho tempo de atualizá-lo. Criei um  perfil no face, quem quiser é só me adicionar Moniquita Monica Cassiano, receberei todos por lá com muito carinho

moniquita face

Anúncios

O que andei fazendo

Hoje, só fotos do que andei fazendo durante esse “sumiço”. Não é tudo, pois, tem encomendas que não tive tempo de fotografar.

Bolsa, estojo bolsinha e porta absorvente

saquinhos de tecido para sapatos

Necessaire meia lua com patch aplique de gatinhos

Mais um kit com colsa, porta lenços e mini estojo/necessaire

Modelos de lembrancinha para uma futura mamãe

kit bebê com bolsa (com divisórias internas), porta lenço umidecido, mini necessaire e porta treco

de novo

Beijos 😀

 

 

Bonequinhas de Pano

Recebi um pedido de bonequinhas para lembrança de nascimento. Nunca tinha feito uma antes, por isso preparei 5 modelinhos para que a futura mamãe possa escolher. Hoje mostro aqui 3 desses modelos. O que vocês acham?

ImagemImagemImagem

Beijos 😀

E você? Se considera rico ou pobre?

Pobreza

Dia desses alguém se encontrou com um indivíduo e, olhando-o, falou: Pobre homem rico.

Estranho! Afinal, é rico ou pobre? – Perguntou alguém que passava, no momento.

A resposta veio nos seguintes termos: O pobre homem rico é aquele que é dono de várias fazendas, de bônus, ações de várias companhias e uma grande conta corrente no banco mas é avarento.

É pobre porque sua mente é a essência da pobreza. Porque sempre tem medo de gastar alguns centavos. Suspeita de todo mundo. Preocupa-se com tudo o que tem e que lhe parece pouco.

A pobreza não é carência de coisas: é um estado de ânimo. Não são ricos os que têm tudo em abundância.

Só se é rico quando o dinheiro não nos preocupa. Se temos dois reais e nos lamentamos por não ter mais, somos mais ricos do que aquele que tem dois milhões e não pode dormir porque não tem quatro.

Pobreza não é carência: é a pressão da carência. A pobreza está na mente, não no bolso.

O pobre homem rico se angustia pela conta do supermercado que é muito alta. Também porque consome eletricidade, gás e gasolina. Sempre está procurando o modo de diminuir o salário dos empregados.

Dói quando sua mulher lhe pede dinheiro. Angustia-se pelo gasto de seus filhos.

Os pedidos de aumento de salário de seus empregados lhe ardem mais do que ácido que lhe fosse colocado sobre a pele.

Enfim, ele tem os sintomas da pobreza.

Em verdade, a finalidade do dinheiro é proporcionar comodidade, afastar temores, permitir uma vida de liberdade espiritual. Se não desfrutamos dessas vantagens, não importando quanto tenhamos, somos como o pobre homem rico.

Mas, se podemos experimentar essa sensação de liberdade, essa confiança no amanhã, essa ideia de abundância que se diz que o dinheiro proporciona, seremos ricos, mesmo sendo pobres.

Se desejamos ser ricos, sejamos. É mais fácil do que se fazer rico.

O dinheiro em si mesmo não significa nada. Seu verdadeiro valor está no que com ele possamos realizar em favor dos outros e de nós mesmos. Essa é a autêntica finalidade do dinheiro.

*   *   *

Se pensamos muito em dinheiro, ali estará o nosso tesouro.

Se os nossos pensamentos estão no amor, ali também estará o nosso tesouro.

Se valorizamos a tônica do dinheiro, nossos valores são materiais.

Se nossos pensamentos são nobres e altruístas, se pensamos e nos ocupamos em amar, o nosso tesouro não acabará com as crises econômicas, nem com as desvalorizações. Isso porque o espiritual não acaba nunca.

Enriqueçamo-nos com as coisas imperecíveis. Seremos então ricos, fortes e nossas riquezas estarão sempre conosco.

 

Redação do Momento Espírita, com base no cap. Onde está o teu tesouro, de Helen Hernández e no cap. Pobreza, de Frank Crane, do livro Um presente muito especial, de Roger Patrón Lujan, ed. Aquariana.

Em 18.01.2012.

Reciclando vidros – parte III

Tenho feito muitos vidros ultimamente, afinal, o Natal se aproxima e há sempre aquelas pessoas a quem queremos dar uma lembrancinha, eu pelo menos sou assim. São as professoras dos meus filhos, a manicure, a cabeleireira, a vizinha amiga, etc…Se for comprar presentes pra todo mundo vou à falência. E, sinceramente, ainda que eu pudesse  comprar ainda iria preferir fazer. Acho que quando você dá algo que você mesmo fez o valor é muito maior. Isso demonstra o quanto você pensou naquela pessoa na hora de criar, levando em consideração o que ela gosta, como cores, formas, tecidos…

Mas vamos aos vidros. Aproveitei que tinha 2 vidros iguais e resolvi fazer um jogo para algodão e cotonete. O processo é quase o mesmo dos vidros que postei aqui. A diferença está na decoração. Ao invés de colar as flores eu usei um pingente de flor (um cordão ao redor do bocal – 3 voltas – com uma flor de fuxico pendurada), também mudei a tampa, coloquei uma camada de manta crílica forrei com tecido, dobrei a sobra para dentro da tampa e coloquei um acabamento por dentro (um tecido -feltro ou tnt- cortado em círculo).

Já tenho mais 4 jogos pra fazer, e pelo menos em 1 vou usar uma técnica nova, então em breve trarei uma nova forma de reciclar seus vidros.

Beijos 🙂

Just the way YOU are

As vezes, paro para pensar na letra de uma música. E o refrão dessa, apesar de recente, com certeza me faz lembrar de um momento especial. O dia que te conheci….

“Quando eu vejo o seu rosto
Não há nada que eu mudaria
Pois você é  incrível
Exatamente como você é
E quando você sorri
O mundo inteiro  para e fica olhando por um tempo
Pois, garota, você é incrível
Exatamente  como você é”

E o mais inacreditável é que, depois de todos esses anos juntos, nada, mas nada mesmo mudou. Você continua INCRÍVEL, exatamente como você é. Te amo !

P.S.: Peço desculpas por invadir este espaço, mas ….

Aniversário no Paraíso. Parabéns Nati!!!

Hoje é dia de Parabéns para minha filha, ela faz 2 aninhos! Tão pouco tempo né? Como conseguiu fazer tanto em tão pouco tempo? Mas não precisamos ir tão longe, só o que ela fez nessa semana já daria um livro.

Ela apronta e a Gabi leva a bronca

Calma, não é bem assim, mas é quase. A Gabi deixou as canetinhas dando sopa. Vocês leram bem CANETINHAS!!! Tudo ali, bem facinho, um estojo bem colorido cheeeeeeeio de coisas proibidas, sim, a Nati sabe muito bem que qualquer objeto desse tipo é proibido em suas mãos. Isso com certeza torna tudo mais facinante pra ela. Bem ela precisou de 1 minuto para rabiscar todas as portas (brancas, são brancas) do guarda-roupa do quarto delas. O mais legal é que a tinta não saia de jeito nenhum, não tinha álcool, removedor, veja, querosene que tirasse a bendita canetinha. No fim das contas o que funcionou mesmo foi passar sapólio praticamente puro em cada porta.

E no mesmo dia, mais uma arte no guarda-roupas

Precisei sair à tarde e deixei ela dormindo. Deixei minha empregada avisada, pra ficar de olho quando ela acordasse. Não demorei muito, quando cheguei ela estava saltitante brincando com a mangueira enquanto a Nanci lavava a gararem. Minhas perguntas básicas: – Faz tempo que ela cordou? e – Aprontou alguma coisa?. Resposta aterrorizante – Sim e  – Sim. Ela ainda completou: – Vai lá no quarto e olha, eu já vou limpar. Vocês têm noção do que passou pela minha cabeça? Meu Deus o que ela teria feito?

A verdade é que ainda estamos imaginando como ela conseguiu pegar, pois eu coloquei na prateleira mais alta do guarda-roupa. Eu mesma preciso de uma cadeira para alcançar (MARIDO, COMENTÁRIOS REFERENTE À MINHA ALTURA SERÃO BLOQUEADOS). O fato é que ela pegou, de alguma forma, uma caixinha de maquiagem da Gabi e fez a festa do batom em todos os móveis. Nem a televisão se salvou.

Mas hoje é só isso! Sácomoméquié, é aniversário e a mamãe vai te poupar. Mas só hoje!

TE AMO FILHA, mesmo você deixando a mamãe louquinha, eu não viveria sem você. FELIZ ANIVERSÁRIO

Beijos 🙂