Archive for novembro \25\UTC 2010

Caixa de chá, patchwork em MDF.

Mais uma arte minha!! Uma linda caixa de chá, toda em tecido com efeito patchwork. Usei novamente a técnica do isopor para dar o efeito. Se você não sabe qual é corre lá no post da caixa da boneca e assista ao vídeo tutorial da técnica.

Beijos 🙂

Anúncios

Luzes Holográficas

Mais um “holográfico” na área, Mohda que me desculpe, mas a Top Beauty deixa ela no chinelo. Achei bonitinho, mas parece que eles economizaram no glitter holográfico. Pelo menos o preço condiz com a economia, só $1,80 dinheirinhos.

Como base, a Angel usou um da Nyce que eu tinha acabado de ganhar, bem básico, bem nude, bem sem cor rsrsrsrs.

Beijos 🙂

Aurora Boreau

 

 

           Até que enfim né! Tava demorando pra aparecer alguma coisa holográfica por aqui. Mas, como a esperança é a última que morre. Aqui estamos de Netuno da Passe Nati com Ultimate 3D Aurora Boreau da Top Beauty.

Já li tanta coisa sobre o que é, e o que não é, quem diz que é e não é, que já confundi tudo. Mas não tô nem aí, afinal ele é lindo e custo só $3,50 dinheirinhos (pelo menos foi o que paguei). 

Que brilho é esse minha gente, esses minimicrobrilhos (isso existe?) são demais!! E a escolha do Netuno como base deixou ele mais lindo ainda!

Como comprei a coleção inteira, logo, logo tem mais.

Beijos 🙂

Um Show de esmalte, literalmente!

Acabei com meu jejum esmaltístico, tinha um casamento para ir e escolhi uma cor que havia comprada há algumas semanas e que estava louca para usar.

A Lorrac  não poderia dar um nome mais condizente com a cor do que este: SHOW.

Estou em amor total com este esmalte, achei a minha cor, aquela que não quero tirar e já planejo quando repetí-la. Ele é simplesmente o esmalte mais lindo que tenho. Dependendo da luz, sua tonalidade vai do azul ao roxo num piscar de olhos.

A cobertura é ótima, uma camada bem passada já é suficiente, mas usei duas por toc costume. Mancha pra caramba, e PRECISA de top coat, irônico, já que é cintilante. Mas nada disso importa, pois ele é lindo.

Fico devendo fotos em que ele fica mais roxo, quem sabe, quando eu aprender a fotografar rsrsrs.

Ahh, eu devia ter tirado fotos da make que usei, mas com 3 crianças para arrumar, eu mesma, e como sempre um atraso não programado, acabei esquecendo. Fail…

Beijos 🙂

 

 

Patchwork em MDF

Quem achou que nunca ia ver artesanato nesse blo levanta a mão \o/. Deve ter gente achando que aquela palavrinha Artesanato ali em cima era só enfeite. Mas não é, eu sou uma moça prendada, vocês ainda se surpreenderão.

Mas, o que parecia quase impossível, aconteceu. Finalmente me “organizei” e consigo agora dedicar um pouco do meu tempo a uma das coisas que mais amo. Trabalhos manuais.

Essa caixinha é a nova caixa de esmaltes da Gabi e é apenas uma de muitas que já estão prontas e esperando pra aparecer por aqui. A técnica é, como o título diz, Patchwork em madeira, e eu aprendi vendo um vídeo no Youtube. Quem deu a dica foi uma amiga de infância, que também faz coisas lindas e está me enrolando com uma participação aqui no blog. Viu Raquel!!!

Só pra aguçar sua curiosidade, o efeito é dado por uma base de isopor (aquele de bandeja de frios), colada sobre a madeira e recortada com estilete. O tecido é encaixado com nesses recortes e tchrãm, a magia está feita.

Sei que não dá pra fazer a caixa só com essa explicação, mas se você estiver interessada assita ao vídeo abaixo.

Beijos 🙂

Marula

A Fruta:

A marula é originária daquelas áreas típicas de filmes de Tarzan, cheia de mato, animais e guerreiros canibais. Ela possui um grau de fermentação alto, dispensando o uso de fungos e bactérias para transformar polpa em álcool. Quando uma pessoa come a marula, a fruta começa a se transformar em álcool em seu estômago, e esta pessoa aos poucos vai ficando bêbada. Animais que gostam desta fruta, como elefantes, zebras e macacos, costumam gostar mais do efeito alcoólico do que do sabor da fruta. O sabor da fruta não é muito saboroso mesmo, mas o efeito pós-consumo, semelhante ao efeito de 2 litros de cachaça, é considerável. Mas depois, a ressaca causada pelo fruta é grande também. Devido ao vício que os macacos sofrem com a marula, a árvore maruleira está correndo risco sério de extinção. Marula é uma palavra de um dialeto banto que significa amarelo. (fonte:desciclo.pédia.ws).

O Esmalte:

A cor lembra bastante a bebida, não a fruta. Acho que combinou bastante com a Angela, mas é mais uma daquelas cores na lista das que não combinam comigo, embora eu tenha vontade de experimentar. Cobertura impecável da PanVel, secagem e brilho no ponto! Fácil de limpar e não mancha os cantinhos.

Abaixo um vídeo, para aqueles que não acreditaram no texto acima, com animais completamente embriagados.

Beijos 🙂

Repolho roxo e Maçã verde, sim, eles combinam!

Hoje o cardápio é completo. Uma combinação saborosa entre os alimentos. Mas a receita é uma só, Repolho roxo com maçã verde, afinal os demais ítens são fáceis de preparar e já fazem parte do nosso cardápio diário.

Ingredientes

  • 1/4 de repolho roxo fatiado, não precisa ser muito fino;
  • 1 maçã verde, sem casca, cortada em cubos;
  • óleo, manteiga ou azeite para refogar;
  • 1 colher de sopa de vinagre;
  • sal, pimenta do reino e orégano à gosto.

Modo de preparo.

Refogue a maçã no azeite e em seguida acrescente o repolho. Tempere, tampe a panela, abafando o repolho e deixe que ele cozinhe. Se achar necessário coloque pingos d’água para levantar vapor e cozinhar mais rápido.

A mistura dos sabores é simplesmente incrível, não é extremamente adocicado, nem ácida. Só experimentando para ver

É um ótimo acompanhamento para assados (forno ou churrasqueira). Vale a pena tentar.

Beijos 🙂